Segunda, 21 de Junho de 2021 05:20
Brasil Brasil

Copa América no Brasil, alta do PIB e CPI da Covid marcam semana

Relembre os acontecimentos que foram destaque no Brasil e no mundo na semana entre os dias 30 de maio e 5 de junho de 2021

05/06/2021 01h06
Por: Redação Fonte: R7
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As discordâncias entre os depoimentos da infectologista Luana Araújo e da oncologista Nise Yamaguchi foram destaque na CPI da Covid, no Senado. Na economia, o PIB (Produto Interno Bruto) registrou alta de 1,2% no primeiro trimestre de 2021 em comparação com os três últimos meses do ano passado. Mas a polêmica ficou por conta da decisão de realizar a Copa América no Brasil, de 13 de junho a 10 de julho. Veja essas e outras notícias que marcaram a semana nas imagens a seguir

O comando do Exército anunciou nesta quinta-feira (3) que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, não sofrerá punição por ter participado de um ato com o presidente Jair Bolsonaro. Dois dias após a manifestação, ele foi nomeado secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República

Após desistência da Colômbia e da Argentina, o Brasil foi anunciado pela Conmebol como sede da Copa América, prevista para começar no dia 13 deste mês. A informação foi confirmada no dia seguinte pelo presidente Jair Bolsonaro. O torneio não terá público, contará com dez times e será dividido entre Brasília, Cuiabá, Rio de Janeiro e Goiânia. A final, marcada para 10 de julho, deve acontecer no Maracanã, assim como na edição de 2019. Mas o anúncio provou polêmica, por causa da pandemia de de covid-19 

Sob pressão por causa dos números da pandemia, o presidente Jair Bolsonaro realizou um pronunciamento na cadeia nacional de rádio e televisão. Ele voltou a defender ações do governo federal para acelerar a vacinação e citou a marca de 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19. Durante o discurso, diversas capitais brasileiras registraram panelaços

Em mais uma semana marcada por depoimentos na CPI da Covid, a oncologista Nise Yamaguchi negou ao colegiado que participou de um suposto "gabinete paralelo" para decisões e aconselhamento do presidente Jair Bolsonaro em temas relativos à pandemia. Ela também contradisse o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta sobre suposta tentativa de alterar a bula da cloroquina

Convocada para falar na CPI após permanecer por apenas 10 dias no Ministério da Saúde, a infectologista Luana Araújo fez críticas duríssimas ao uso da cloroquina e ao tratamento precoce para tratar a covid-19. Segundo ela, o uso do medicamento aumenta em 77% o risco de óbitos em pacientes com a doença

A atividade econômica no Brasil superou as expectativas e avançou 1,2% no primeiro trimestre de 2021, na comparação com o período entre outubro e dezembro do ano passado. O dado positivo, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), aponta que o PIB (Produto Interno Bruto) retomou ao patamar pré-pandemia, após três trimestres positivos. O governo comemorou o resultado

A China confirmou primeiro contágio humano no mundo da cepa H10N3 de gripe aviária. Um homem de 41 anos deu entrada em um hospital, apresentando febre, na cidade de Zhenjiang, no leste chinês, em 28 de abril, e foi diagnosticado com o vírus um mês depois, declarou a Comissão Nacional de Saúde chinesa (NHC) em comunicado

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) recebeu os bancos de células e vírus para a produção do IFA (insumo farmacêutico ativo) 100% nacional para a vacina contra covid-19, da AstraZeneca. A previsão é que em outubro comecem a ser distribuídos os imunizantes fabricados na Bio-Manguinhos

O Brasil terminou maio com média de 524,8 mil doses de vacinas contra covid-19 aplicadas diariamente (16,27 milhões, no total), conforme dados do Ministério da Saúde. É praticamente a metade do patamar desejado por Marcelo Queiroga. Cálculos feitos pelo R7 apontam que o país levaria 353 dias para administrar os 185,1 milhões de doses necessárias para imunizar os 92,5 milhões de cidadãos que ainda não receberam a segunda injeção ou nenhuma das duas

Estudo publicado na revista Nature revelou, pela primeira vez, que pessoas que contraíram a doença de forma ligeira ou moderada desenvolvem uma célula imunológica capaz de produzir anticorpos contra o SARS-CoV-2 para o resto da vida. Uma das observações em pessoas infectadas mostra que o nível de anticorpos começa a diminuir após quatro meses 

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou na quarta-feira (2) o edital com as datas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2021. Os estudantes terão do dia 30 de junho a 14 de julho para fazer a inscrição. O valor da taxa é de R$ 85 e deve ser pago até o dia 19 de julho. As provas serão realizadas nos dias 21 e 28 de novembro conforme o ministro da Educação, Milton Ribeiro, havia antecipado

Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) antecipou a realização da primeira fase do vestibular para o dia 7 de novembro. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (2) após a divulgação do calendário do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O período de inscrição começa no dia 2 de agosto

O MEC (Ministério da Educação) abriu as inscrições para a primeira fase do Revalida (Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira) 2021. Os interessados tem até o dia 11 de junho para fazer a inscrição. O exame será realizado no dia 5 de setembro

O MEC (Ministerio da Educação) está oferecendo 136 cursos gratuitos na modalidade EAD (Educação a Distância) por meio da plataforma digital Avamec (Ambiente Virtual de Aprendizagem)

A UFF (Universidade Federal Fluminense) reduziu o número de convocações de estudantes em lista de espera no primeiro semestre letivo deste ano. A instituição informou que a decisão foi tomada para que o calendário, impactado pela pandemia, seja cumprido

O Colégio Pedro II (CPII), no Rio de Janeiro, que integra a rede federal de ensino, informou que a instituição terá dificuldades para manter suas atividades a partir de setembro, devido ao bloqueio de mais de R$ 7 milhões no orçamento destinado às despesas de manutenção. Em nota, o colégio disse que o bloqueio impede que a instituição cumpra os compromissos já assumidos e pode afetar o ano letivo

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.