Quarta, 14 de Abril de 2021 18:24
Geral Deputado Barbosinha

Barbosinha pede inclusão de frentistas, trabalhadores da coleta de lixo e do saneamento nos grupos prioritários da vacina

O parlamentar entende que é essencial que esses profissionais entrem nos grupos prioritários por estarem, diariamente, expostos a contaminação da doença.

06/04/2021 18h05
Por: Redação Fonte: Assessoria de Comunicação
Barbosinha pede inclusão de frentistas, trabalhadores da coleta de lixo e do saneamento nos grupos prioritários da vacina

O deputado Barbosinha (DEM-MS) fez importante indicação na sessão desta terça-feira (6) solicitando ao Governo do Estado a inclusão de três categorias essenciais nos grupos prioritários da campanha de vacinação contra a Covid-19.

São eles:  frentistas e atendentes dos postos de combustíveis urbanos e de rodovias, trabalhadores da coleta de lixo e trabalhadores da linha de frente do saneamento básico (operadores de EAB-Estação de Água Bruta e ETA- Estação de Água Tratada, do laboratório, serviços de manutenção, trabalhadores do atendimento ao público e trabalhadores das ETES- Estação de tratamento de Esgoto).

O parlamentar entende que é essencial que esses profissionais entrem nos grupos prioritários por estarem, diariamente, expostos a contaminação da doença. Barbosinha tem manifestado preocupação com alguns grupos que estão na linha de frente do combate ao coronavírus, como, por exemplo, os profissionais da segurança pública do Estado que estão recebendo as doses do imunizante.

"São profissionais que estão em contato com diversas pessoas como no caso dos frentistas e atendentes de postos de combustíveis ou por trabalharem com resíduos dos lares sul-mato-grossenses como ocorre com os trabalhadores da coleta de lixo e do saneamento básico", defendeu o deputado.

"Em face da exposição à doença e por representarem atividades essenciais, estes trabalhadores possuem um risco elevado de contaminação pela Covid-19, o que indica a necessidade de imuniza-los prioritariamente", justifica o deputado na indicação protocolada na Mesa Diretora e encaminhada ao secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende. 

 
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.