Segunda, 17 de Janeiro de 2022 06:08
Política Deputado Barbosinha

Na Sanesul, Barbosinha busca soluções para falta d'água nas aldeias indígenas

A reunião aconteceu na Sanesul, em Campo Grande

13/01/2022 16h16
Por: Redação Fonte: Assessoria de Comunicação
A reunião aconteceu na Sanesul, em Campo Grande
A reunião aconteceu na Sanesul, em Campo Grande

Há algum tempo o deputado estadual Barbosinha (DEM-MS) tem se debruçado nas pautas e abraçado a causa dos indígenas para tentar resolver, de uma vez por todas, o problema de falta de água enfrentado nas aldeias indígenas de Mato Grosso do Sul, principalmente da cidade de Dourados.

O parlamentar esteve nesta quinta-feira (13) em reunião, na Sanesul, com o presidente Waltinho Carneiro, para sugerir uma parceria entre a empresa de saneamento e o Distrito Sanitário Especial Indígena (Disei), unidade gestora descentralizada do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena, responsável pela organização de serviços nas aldeias do Estado. A proposta consiste em um estudo e um levantamento técnico que deve ser feito nas Aldeias Jaguapiru e Bororó, em Dourados, para ter um diagnóstico acerca da atual deficiência do sistema de distribuição de água nas duas localidades.

Barbosinha explicou que a ideia é que um “projeto piloto” seja desenvolvido para trabalhar a solução definitiva do problema de abastecimento de água que assola há anos os quase 18 mil indígenas que vivem na Reserva em Dourados.

“O início da resolução de qualquer problema passa pelo diagnóstico. A Sanesul é uma empresa técnica, qualificada, para fazer análise da produção, da reservação e da distribuição, para poder, do resultado final, dizer qual é o efetivo problema que nós temos nas aldeias de Dourados e estudarmos uma solução definitiva para esse problema”, defendeu o deputado que conhece muito bem o funcionamento e a capacitação técnica da Sanesul, já que foi presidente da empresa por quase oito anos. Barbosinha ainda defende que esse projeto, assim que aplicado e comprovada sua eficiência, poderá servir para outras localidades do Mato Grosso do Sul que possuem aldeias e sofrem com a mesma falta de água.

O presidente da Sanesul, Waltinho Carneiro, disse que vai encaminhar a demanda aos técnicos da empresa e trabalhar o diagnóstico do problema para solucioná-lo. Para ele, a resolução desse problema de falta de água nas aldeias só pode acontecer com uma parceria e com a busca de recursos com o poder público.

“O deputado Barbosinha nos encaminhou essa demanda e vamos fazer um grande projeto. Importante ressaltar que este é um problema que a Disei identificou. É atribuição dela apresentar solução para isso, mas nós estamos entrando como parceiros para encontrar solução, propor um convênio e construir uma saúde, de forma definitiva, para essa falta de água das aldeias do Mato Grosso do Sul”, detalhou Waltinho.

O subsecretário de Políticas Públicas para a População Indígena, Fernando da Silva Souza e o coordenador do DSEI/MS, Luiz Antônio de Oliveira Junior agradeceram ao deputado por intermediar o encontro, o empenho do parlamentar na busca de alternativas e por propor uma solução para o problema de falta de água na Reserva Indígena de Dourados. “Hoje esse é o nosso gargalo no Estado”, disse o coordenador do Disei.

“Nós temos que fazer essa mediação junto ao poder público, a Sanesul, ao deputado, para que nós consigamos ter o problema solucionado definitivamente, porque a água hoje é um bem necessário e importante para a população”, completou o subsecretário. 

O encontro ainda contou com a presença do chefe do SESANI/DSEI/MS, Elizeo Vieira da Silva e o geólogo do SESANI/DSEI/MS Cladomir Miguel Ceccatto Junior.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.