Terça, 18 de Janeiro de 2022 13:33
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão debate regulamentação do breaking na Região Sul

Divulgação/Sec. de Cultura do Mato Grosso O breaking é um tipo de dança de rua A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados promove, nesta terça...

06/12/2021 08h20
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
O breaking é um tipo de dança de rua - (Foto: Divulgação/Sec. de Cultura do Mato Grosso)
O breaking é um tipo de dança de rua - (Foto: Divulgação/Sec. de Cultura do Mato Grosso)

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados promove, nesta terça-feira (7), mais uma edição do evento Expresso 168 para discutir a regulamentação do breaking na Região Sul País. O debate atende a pedido da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA).

O breaking é um tipo de dança de rua e parte da cultura do hip-hop, criada por afro-americanos e latinos em Nova York na década de 1970. No Brasil, a modalidade se popularizou nos anos 1990, quando começaram a ser organizadas competições em várias capitais.

O Expresso 168 foi criado pela Comissão de Cultura como espaço permanente de diálogo e fiscalização das políticas públicas, na forma de encontros com gestores, produtores e artistas de todas as linguagens para debater a política cultural.

"Os encontros elaborados pelo chamado Expresso 168 já se tornaram parte integrante dos trabalhos que subsidiam essa comissão. Criado em 2013, ficou consolidado como espaço de excelência para que diversos segmentos da sociedade possam se encontrar e debater os mais variados temas que permeiam a Cultura no Brasil", observou a deputada, que é presidente da comissão.

Foram convidados para o evento:
- a representante da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop (FNMH2) no Rio Grande do Sul Claudisseia Santos;
-  o representante do Hip Hop Furiosfivedaglória/RS Vernon Maraguaia;
-  o representante da Ânima Cia de Dança Contemporãnea/RS Jackson Jones Fonseca da Conceição;
- o fundador do Grupo de RAP RAFUAGI, dos projetos Casa da Cultura Hip Hop de Esteio/RS, Museu da Cultura Hip Hop/RS e Universidade Popular dos Movimentos Sociais Vozes da Periferia, e consultor de Articulação Social e Mobilização Comunitária do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Rafael Diogo dos Santos.

O debate está marcado para as 16 horas, no plenário 8.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.